quarta-feira, julho 8, 2020
Home Fiscalizacao Nepal mira a ...

Nepal mira a legalização da Cannabis medicinal e do Cânhamo

Há muito conhecido como meca da cannabis, o Nepal estabeleceria um programa formal para desenvolver a cannabis medicinal e o setor de cânhamo, de acordo com um projeto de lei proposto no parlamento do país.

O Ato de Cultivo de Cannabis, apresentado pelo membro do parlamento Sher Bahadur Tamang e assinado por 40 legisladores, não exigiria licença para produtores de cânhamo destinados a alimentos, incluindo, entre outros, sementes, mel, óleo e bebidas e uso do caule de cânhamo para fins industriais. As vendas e a distribuição desses produtos também não exigiriam licença especial sob a proposta.

Presumivelmente, a pesquisa e a produção de CBD seriam licenciadas sob as disposições da cannabis medicinal no projeto, mas a medida visa principalmente avançar esse composto para a cura aiurvédica e alopática, de acordo com Nivedita Bansal Shah, COO e cofundadora da Shah Hemp Inno-Ventures (SHIV), com sede em Janakpur, a principal empresa de cânhamo do Nepal.

No entanto, o limite de THC recomendado de 0,2%, que segue o padrão europeu atual, desafiaria aqueles que desejam cultivar cânhamo, provavelmente exigindo anos de criação para desenvolver cultivares que se enquadrem nesse padrão.

Definir limites de THC não é relevante no Nepal, menos até do que até estudarmos a genética de nossas raças nativas”, disse Dhiraj K. Shah, CEO e cofundador da SHIV. “Essa lei levaria à importação de sementes certificadas de 0,2% de THC, destruindo nossa genética antes mesmo que pudéssemos descobrir seu potencial. É o que acontece quando países subdesenvolvidos fazem leis sob a influência de países desenvolvidos”, disse Shah.

A definição global e informal de cânhamo é cannabis com menos de 0,3% de THC, mas alguns países da Ásia, África e América Latina estabeleceram seus limites de THC em 1,0%; e até a Europa deverá empurrar sua barreira de THC de 0,2% para 0,3% em breve.

Segundo Nivedita Shah, as plantas que crescem na natureza no Nepal, “cultivo selvagem”, que nunca foram realmente testadas para THC, têm sido colhidas e transformadas em produtos há muito tempo, mas a indústria do cânhamo permaneceu em um estágio primitivo por falta de infraestrutura técnica adequada e leis pouco claras.

Apesar das dúvidas sobre o tratamento do THC proposto pela medida, “é muito encorajador que seja apresentado ao governo um projeto de lei para a legalização da cannabis medicinal e do cânhamo. Esperamos que ainda permaneça na prioridade do governo, mesmo diante dessa pandemia, porque o uso holístico da planta de cannabis pode ser uma solução a longo prazo para as vulnerabilidades econômicas do Nepal”, disse Shah.

Fonte: Smoke Buddies

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular

Caminhada pela cannabis m...

Aconteceu em Campo G...

Nate Díaz fumou cannabis ...

No UFC 241, do d...

Canabidiol ameniza efeito...

Estudos indicam que medi...

As farmácias de Buenos Ai...

As farmácias da ...

Recent Comments